Países Amigáveis à Criptomoedas

Crypto-Friendly Countries

O mercado de criptomoedas não é apenas um interesse da comunidade criptomoeda, mas também de políticos e economistas mundiais. 

Existem muitos regulamentos relacionados ao trading, venda, compra e propriedade de cripto. Ainda existem lugares onde qualquer bem digital é proibido. Já escrevemos um artigo sobre impostos e regulamentos de criptomoeda em diferentes países. Agora, vamos falar sobre os países com o maior nível de criptomoeda confiável. 

Os 7 principais países amigáveis à criptomoedas 

Muitos países avançados já implementaram a criptomoeda em mecanismos econômicos ou mesmo na vida diária. Em alguns países, é possível usar criptomoeda para pagar contas, comprar uma xícara de café ou até fazer compras. Vamos descobrir quais são os países mais amigáveis ​​à criptomoedas hoje. 

# 1. Suíça

Crypto-friendly countries

A Suíça é um dos países países mais ricos do mundo. Apesar de ser membro da União Europeia, a Suíça é o único país verdadeiramente neutro na Europa com sua criptomoeda (franco suíço). A Suíça foi um dos primeiros países a adotar a criptomoeda. 

Zug , a maior cidade e capital de Campton, também é conhecida como o ‘Vale da Criptomoeda’. Várias empresas de cripto, como Shapeshift e Xapo, estão localizadas em Zug. A administração da cidade publicou várias leis inovadoras sobre criptomoedas e negócios relacionados. Os cidadãos podem até pagar suas contas de serviços públicos usando o BTC. 

Muitos bancos estaduais, como Falcon Private Bank e Julius Baer, ​​trabalham diretamente com criptomoeda. O banco Vontobel oferece até futuros na bolsa de valores suíça. 

Em 2018, a Suíça foi classificada em primeiro lugar em uma lista dos 10 principais países europeus que abriram blockchain de acordo com o BlockShow.

# 2. Japão

Crypto-friendly countries

Japão é o terceiro país do mundo com a melhor economia. Além disso, o Japão foi um dos primeiros a adotar a criptomoeda e o primeiro a aprovar ativos digitais como meio legal de pagamento. A primeira grande troca de Bitcoin, Mt. GOX, tinha sede em Tóquio. 

Satoshi Nakomoto, o fundador do Bitcoin, tem um pseudônimo japonês. 

Em 2016, o governo do Japão reconheceu oficialmente a criptomoeda como dinheiro real. Então, em 2017, o governo estabeleceu regras fiscais. No entanto, as regras não são tão rígidas para conter o crescimento das moedas digitais.

No Japão, algumas lojas, cafés e pequenas cafeterias aceitam Bitcoins. Desde que a criptomoeda recebeu o status de licitação legal, ela se tornou interessante para empresas, incluindo alguns dos maiores varejistas do país, como Yamada Denki. 

Algumas empresas, como a GMO Internet Inc., oferecem o BTC a seus funcionários como parte do pagamento mensal.

O Japão é freqüentemente mencionado como um líder em volume de trading de criptomoedas, no entanto, isso devido às comissões zero de alguns mercados de ações.

# 3. Eslovênia

Crypto-friendly countries

A Eslovênia é outro país europeu amigável à criptomoedas. A capital da Eslovênia, Ljubljana, é uma das cidades mais importantes para a comunidade criptográfica moderna. O primeiro shopping center compatível com Bitcoin do mundo, o Bitcoin City, está localizado em Ljubljana. Existem até 500 lojas no shopping, e todas aceitam BTC e usam a tecnologia blockchain.

Em 2018, a Eligma, uma empresa com sede na Eslovênia, lançou o aplicativo Elipay. Elipay é um sistema de pagamentos fáceis com criptomoeda tanto online quanto offline. Existem mais de 240 locais em Ljubljana que oferecem suporte a Elipay, incluindo a cidade de Bitcoin. 

A renda de capital da criptomoeda não está sujeita ao imposto de renda para pessoas físicas, o que torna o país particularmente atraente para os empresários do setor. Os legisladores têm um papel fundamental na criação de um ambiente amigável ao blockchain. O governo está constantemente pesquisando áreas administrativas que poderiam usar a tecnologia blockchain.

# 4. Malta

Crypto-friendly countries

Por fazer parte da zona do euro, este pequeno país ilha é amigável às criptomoedas. O governo apoia moedas digitais, acreditando que este é o nosso futuro. 

Em 2018, o parlamento lançou projetos de lei que fornecem a base para a tecnologia blockchain. Entre eles: o Digital Innovation Authority Act, o Innovative Technological Arrangement and Services Act e o Virtual Financial Asset Act. 

Depois, o ministro da Economia de Malta afirmou que o país pretendia se tornar uma ilha de blockchain. Em uma reunião no Parlamento Europeu, o primeiro-ministro anunciou que os governos da UE deveriam dobrar o uso da tecnologia blockchain. Ele também observou que um governo pode retardar o desenvolvimento de criptomoedas, mas não pode pará-lo. 

# 5. Cingapura

Crypto-friendly countries

Cingapura se tornou um país independente apenas em 1965, mas sua economia está entre as mais desenvolvidas do mundo, com um dos maiores produtos internos brutos per capita do mundo. Cingapura é classificada como um “tigre do Leste Asiático” pelo rápido salto da economia para o nível dos países desenvolvidos. 

O governo considerou importante a adoção de várias leis regulamentando as atividades com criptomoedas no país. Entre eles, Bitcoins e altcoins são considerados bens, não dinheiro. Isso significa que qualquer empresa que trabalhe com qualquer ativo digital paga apenas 7% de imposto.

# 6. Holanda

Crypto-friendly countries

A capital da Holanda, Amsterdã, é o centro europeu da liberdade. Amsterdã é o lar das principais startups de Bitcoin, a saber, BitPlay e BitFury. Na capital, várias lojas aceitam Bitcoins, e há até caixas eletrônicos Bitcoin .

Em 2015, Amsterdã abriu seu famoso Bitcoin Boulevard, que é a rua onde todas as lojas aceitam Bitcoin. Em Amsterdã, você também pode visitar a Embaixada do Bitcoin, um lugar onde a comunidade cripto promove o Bitcoin. 

Considera-se que Amsterdam tem todas as condições favoráveis ​​para o desenvolvimento de cripto startups.

# 7. República Tcheca

Crypto-friendly countries

A capital da República Tcheca, Praga, é conhecida como um lugar amplamente aceito. Um turista pode pagar por um hotel ou apartamento com criptomoeda. Praga é a segunda cidade do mundo onde o apartamento foi vendido por BTC. Aconteceu em 2017 e custou 35 BTC. 

Existem muitos restaurantes, cafés e lojas que aceitam moedas digitais. Há um famoso bar expresso chamado Bitcoin Coffee, onde o único método de pagamento aceitável é o BTC.

Pensamentos finais

Muitos países do mundo já começaram a usar a criptomoeda e a integrá-la na vida diária. Ainda existem muitos lugares onde a criptomoeda é desconhecida ou mesmo proibida. Todos nós esperamos que a popularidade das criptomoedas cresça e mais países decidam usar dinheiro digital.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *