Guia de Como Criar Sua Própria Criptomoeda

Você acha que as criptomoedas são criadas apenas pelas empresas de TI mais avançadas do mundo? Você ficará surpreso ao descobrir que algumas moedas populares foram criadas por pessoas comuns, e você pode até criar sua própria criptogmoeda! Como? Descubra como criar criptomoeda: este guia explicará alguns aspectos cruciais.

O que é Uma Criptomoeda e Quem a Cria?

A criptomoeda é um ativo digital não regulamentado criptografado que pode ser usado para transações e compras. A criptomoeda não existe em uma forma física – está disponível apenas na forma de dados. Uma troca com uma criptomoeda é uma operação on-line, portanto não é necessário um intermediário (banco) e as taxas são mínimas. Todas as operações de criptomoeda são registradas nas chamadas ‘blockchains’.

Cada moeda é baseada em um código de programa ou blockchain. Ele define especificações técnicas e parâmetros de operação da rede. Então, quando você cria uma criptomoeda, pode escrever o código do zero ou pegar o código-fonte do Bitcoin ou outro altcoin e refazê-lo.

A primeira opção é a mais difícil: novas e revolucionárias criptomoedas são criadas por equipes de desenvolvedores experientes que têm um orçamento bastante grande e estão prontas para gastar de alguns meses a vários anos na produção de criptomoedas.

A segunda opção significa criar um garfo de uma moeda digital específica. Nesse caso, os desenvolvedores executam a correção de erros críticos e adicionam novas funcionalidades. Por exemplo, hoje existem mais de 50 bifurcações de Bitcoin no mercado, e as moedas mais famosas são Bitcoin Cash, Bitcoin Gold e Bitcoin Diamond.

Em qualquer caso, você precisará conhecer os conceitos básicos de desenvolvimento de codificação e blockchain ou contratar alguns profissionais com experiência em tecnologia que podem fazer isso por você.

Moeda ou Token?

Qual é a diferença entre moedas e tokens? É tudo sobre a maneira como eles são criados. Os tokens cripto são criados com base em algumas blockchain. A blockchain subjacente à moeda funciona por conta própria. O Blockchain serve para confirmar todas as transações, garantir a confiabilidade da moeda e render algum valor à moeda.

Os tokens não são criados com base em suas próprias blockchains independentes. Em vez disso, eles são introduzidos em uma plataforma existente. Às vezes, um token se transforma em uma moeda independente. Quando isso acontece, o criador do token lança um novo blockchain. Mas até aquele momento, o token funciona com base em uma blockchain existente.

Portanto, você não pode criar um token até ter uma plataforma que possa ser útil. Isso nos leva à próxima pergunta – escolha da blockchain.

Escolha uma Plataforma Blockchain

As plataformas blockchain mais usadas para criar criptomoedas online são Ethereum, NEO, NEM, Ripple ou Waves. Além deles, sites e recursos especiais podem ser usados para criar sua própria criptomoeda.

  • O GitHub.com é o maior serviço da Web para hospedar projetos de TI e seu desenvolvimento conjunto. Lá, você pode escolher o código certo e encontrar o software certo, por exemplo, o pacote de software Open-Transactions, que permite criar moedas digitais.
  • Ethereum é uma plataforma blockchain na qual a maioria dos tokens para projetos lançados na ICO é criada. Esta é a plataforma blockchain mais famosa e funcional, com uma infraestrutura desenvolvida para criar contratos inteligentes e aplicativos descentralizados. A principal linguagem de programação é Solidity.
  • O World Exchange é uma plataforma criada pela equipe Ripple. O serviço permite não apenas reabastecer sua carteira e gerenciar moedas XRP, mas também criar seus próprios tokens.
  • O Hyperledger Fabric é uma estrutura para a criação de contratos inteligentes e criptomoedas suportadas pela Linux Foundation. A plataforma está focada no segmento corporativo. As linguagens de programação aplicáveis incluem Go, Java, JavaScript.
  • O Exonum é outra estrutura de código aberto para a criação de aplicativos baseados em blockchain.
  • A WAVES é uma plataforma russa de blockchain para o desenvolvimento de moedas digitais que não estão em conformidade com o padrão ERC20.
  • Cardano – a atual plataforma blockchain de um novo tipo; A principal diferença de outras plataformas é que a Cardano possui uma separação de camadas de computação: a primeira camada é projetada para trabalhar com a criptomoeda interna da ADA, a segunda é para criar e processar contratos inteligentes escritos na linguagem de programação Haskell.

Normalmente, esses serviços contêm apenas a estrutura blockchain e seus módulos básicos, e os desenvolvedores adicionam todos os componentes adicionais por conta própria. As vantagens das estruturas são que elas permitem que você use desenvolvimentos prontos gratuitamente. Diferente das plataformas comuns para criar tokens digitais, as estruturas permitem que você não sobrecarregue o projeto com funcionalidades desnecessárias.

A escolha da plataforma depende da complexidade e do objetivo do projeto. Se você deseja criar um aplicativo descentralizado, considere usar a plataforma Ethereum.

Escolha o Modelo de Consenso

Um algoritmo de criptografia ou um algoritmo de hash (algoritmo de criptomoeda) é um conjunto de mecanismos e regras criptográficas específicas que criptografam uma moeda digital.O processo de descriptografia (mineração de moedas) transforma um conjunto de dados aleatórios em informações sistemáticas e ordenadas, que são posteriormente registradas na blockchain.

Hoje, existem várias dezenas de algoritmos de criptomoeda, no entanto, apenas alguns deles são populares. Entre os mais populares estão: SHA-256, EtHash, Scrypt, X11, CryptoNight, EquiHash, X13, Quark, NeoScrypt.

A escolha do modelo de consenso depende principalmente do tipo de blockchain com o qual você planeja trabalhar.

Design de Rede Blockchain

Quando você decide os aspectos tecnológicos, é hora de prestar atenção ao design. Ao criar uma nova criptomoeda, planeje com antecedência o seguinte:

  • Estruture os nós. Você precisa escolher as atividades e a utilidade da sua blockchain e estruturar os nós da mesma forma. Por exemplo, as permissões serão privadas ou abertas? Que tipo de hospedagem você aproveitará? Quais podem ser os requisitos de hardware necessários para a execução?
  • Construa a infraestrutura interna da blockchain. Pense em todos os aspectos da arquitetura blockchain antes que o blockchain esteja em funcionamento. Por exemplo, você deve decidir o formato de endereço que sua blockchain seguirá enquanto fornece a troca entre ativos de criptografia sem intermediários.
  • Incorpore APIs. Nem todas as plataformas vêm com uma API pré-criada, portanto, tenha uma à sua disposição. De qualquer forma, você pode experimentar alguns provedores de API de terceiros, como ChromaWay, Gem, Colu, Bitcore, BlockCypher e Tierion.
  • Projete a interface. Você não pode criar uma criptomoeda de classe mundial se a interface estiver ruim. Você precisa garantir o uso das últimas versões da Web, servidores FTP e bancos de dados externos, e os programas de computador para gravação front-end e back-end estão programados com as práticas mais recentes.

Avançado: Legalize Sua Criptomoeda

Certifique-se de que sua criptomoeda esteja em conformidade com as leis internacionais e os regulamentos de criptomoedas. Dessa forma, você evitará surpresas e problemas negativos. Para tornar o processo sem falhas, contrate um advogado experiente em criptomoedas – ele evitará erros graves.

Benefícios da Criação de uma Criptomoeda

Então, por que criar sua própria criptomoeda? Há pelo menos três razões para considerar a criação de sua própria criptografia:

  1. Conveniência e excelente velocidade de transações financeiras. Quando se trata de compras na Internet, é mais conveniente usar criptomoeda do que um cartão de plástico. Ao fazer compras em sites estrangeiros, o usuário paga pelo pacote em uma conta em dólar a partir de uma carteira eletrônica. Por vários motivos, uma transação pode falhar. Com a criptomoeda, o risco de erros é mínimo e o pagamento chega quase instantaneamente ao destino. Ao introduzir a criptomoeda, você permite pagamentos rápidos sem intermediários e comissões.
  2. Simplifique seus processos de negócios. Se você tem um negócio, precisa apenas de criptomoeda para sistematizar o processo. O token interno ajudará você a aumentar os lucros. Como qualquer programa de fidelidade, a moeda digital sistematiza e simplifica todo o processo de produção. Os clientes pagarão pelos serviços com tokens, que, diferentemente dos bônus comuns, não perderão seu valor e manterão as regras programadas originais para sua aplicação.
  3. Desfrute de renda passiva. Se a comunidade gostar da sua criptomoeda, ela poderá se tornar uma ferramenta para ganhos passivos. Se a moeda for apoiada pela reserva de ações, ela poderá ser trocada por Bitcoin, que é mais fácil de sacar.

Garfo Rígido como Alternativa à Criação de uma Nova Criptografia

Já discutimos o que é um fork de criptomoeda. Em alguns casos, os garfos se tornam ainda mais populares e tecnologicamente avançados do que suas criptomoedas pai. Qual o sentido de criar uma criptografia?

  • Você pode usar blockchain pronto e código-fonte aberto, o que simplifica a tarefa.
  • Você gosta do blockchain de alguma criptomoeda, mas deseja melhorá-lo e saber como isso pode ser feito.
  • Você não tem dinheiro ou recursos / conhecimentos técnicos suficientes para criar uma criptomoeda a partir do zero.

Como Criar um Fork de uma Criptomoeda?

No GitHub acima mencionado, você pode encontrar muitos projetos de criptomoeda, pois a maioria deles é de código aberto. Se você escolher bifurcação, recomendamos trabalhar com alguma criptomoeda popular.

  1. Na página do projeto, clique no botão de download e salve o arquivo morto com os arquivos no seu computador.
  2. Agora você precisa trabalhar com os arquivos. Todos eles contêm o nome da criptomoeda em diferentes formatos. O nome pode ser encontrado em forma abreviada ou não, tanto em maiúscula quanto em minúscula. Geralmente, existem muitas dessas referências e substituí-las todas manualmente será extremamente problemático. Para resolver esse problema, você pode usar um software especial que permite alterar o nome da criptomoeda para o seu.
  3. O próximo passo é reconfigurar todas as portas e endereços de rede. Se você não possui nenhum conhecimento técnico, isso pode ser problemático. As portas de rede serão usadas pelo nó para várias operações dentro da rede. Geralmente, são utilizadas quatro portas: duas para a rede principal e duas para a rede de teste. Deve-se lembrar que as portas podem ser usadas apenas por um aplicativo, portanto, você precisa escolher as livres. Todos os arquivos que contêm informações de porta devem ser editados de acordo.
  4. Você também pode editar o algoritmo para gerar novas moedas. A recompensa do bloco pode ser alterada, seu tempo de geração é aumentado ou diminuído e a emissão pode ser limitada. Além disso, você pode até limitar o número de blocos a serem minerados por dia.
  5. O último, mas não menos importante, é a edição de gráficos. Você precisará substituir todos os ícones, imagens e assim por diante. Uma vez feito, a criação do garfo mais simples pode ser considerada concluída.

Casos de Garfo de Sucesso

Alguns garfos de criptomoeda pareciam bastante bem-sucedidos. Por exemplo, o Bitcoin Cash e o Ethereum Classic chegaram às 50 principais criptomoedas e ganharam uma capitalização de mercado bastante alta.

A Ethereum também está se preparando para o próximo hard fork, e espera-se que se torne um novo sucesso.

Sumário

Criar sua própria moeda digital descentralizada não é tão difícil quanto pode parecer à primeira vista. Muitas ferramentas já são oferecidas na Internet que permitem fazer isso com um investimento mínimo e não exigem conhecimento técnico muito profundo. Obviamente, as criptomoedas criadas dessa maneira dificilmente atrairão uma grande audiência e se tornarão os principais players do mercado. No entanto, eles fornecem uma experiência inestimável aos seus desenvolvedores e contribuem para o aprendizado. Além disso, esses projetos caseiros podem ser usados em pequenas comunidades ou projetos que exigem um sistema de assentamento interno.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *